Submarino.com.br
Juliana Dacoregio Rotating Header Image

choke

Vou direto à fonte e encontro o que não quero. Perdão não existe, só mágoa e minha sina de ser sempre condenada, se não por outros, por mim mesma. E tenho que ouvir milhares de vezes que não tenho culpa, que não preciso sofrer tanto, que sou amada. Mas será que quem muito berra não escuta nada? Ou é porque há silêncio mesmo?

Daí fica a certeza de que o correto é sufocar, engolir, apertar a garganta até não entrar mais nenhum ar e não sair mais palavra alguma. Então a mente se apagaria também e nada mais passaria por ela, apenas instinto de sobrevivência ou quem sabe um torpor em que nada mais importaria.

Ps.: Sabe o que? Sou eu. Sou eu que destruo, sou eu que estrago, poluo, sujo o que era bonito e claro, transformo qualquer vidraça cristalina em uma nojeira de vapor, fumaça e gordura. Sou eu a culpada, sempre eu. Sempre eu a esperar demais, sempre, de tudo, de todos.  Sempre eu a meter os pés pelas mãos, a destruir meus brinquedos, a jogar fora os bibelôs. Transformando em lixo tudo que toco.

Be Sociable, Share!

6 Comentários on “choke”

  1. #1 Helen Araujo
    on Jun 20th, 2011 at 03:48

    Tbm não é pra tanto. Temos nosso lado “desastrado” e temos nossos dias ruins, de atos ruins, porém, os verdadeiros amigos e os admiradores sinceros, estão aí p/ comprovarem que nem tudo o que fazemos é poluir, sujar ou destruir. Alguns de nós (não sei se maioria), tbm sabe espalhar sentimentos bons, ideias positivas e atitudes exemplares.

    Por sermos desprovidos de perfeição, vez ou outra erraremos com alguém ou com nós mesmos, no entanto, o melhor a fazer é pensar em ser melhor toda vez que nos for dada a oportunidade.

    Ninguém é melhor ou pior que alguém;mesmo os que aparentam ser essencialmente bons, possuem uma imperfeição p/ contar ou lamentar. E, não sei se conta, mas eu te gosto e não te condeno rs
    Bju flor!

  2. #2 Mauro Maciel
    on Jun 20th, 2011 at 10:34

    Somos imperfeitos logo não somos a imagens e semelhança de Deus. Temos nossos momentos ruíns e bons, mais devemos cultivar os bons.
    Belos textos curto bastante esse blog Juliana parabéns! Um fã bem distante perdido nesse mar sem canoa tentado remar. Bjuss!

  3. #3 Beth Amorim
    on Jun 20th, 2011 at 11:12

    Ai, Ju…

    Tbm tenho essa mesma impressão sobre mim… Sempre acho que acabo estragando o que tá bom… Já me condenei muito por isso…

  4. #4 Indy
    on Jun 20th, 2011 at 11:59

    “A culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser”

    Só tem uma coisa mais perigosa que subestimar alguém,superestimar.Não seja tão cruel contigo,vc vai encontrar pessoas que irão fazer esse trabalho sujo por vc.Na boca de quem não presta ninguém vale nada mesmo.

    P.S: Vc é um raio de sol e os seus olhos vidrados enxergam além do horizonte.

  5. #5 Mandy
    on Jun 20th, 2011 at 15:04

    Não é à toa que a tag “É uma dor que dói no peito” figura nos meus favoritos do navegador.
    Vc consegue dizer exatamente aquilo que sinto. Dá até medo.

    Tenhamos esperança de dias melhores. Amém!

  6. #6 Vitor
    on Jun 24th, 2011 at 10:53

    Te acompanho desde o Heresia Loira e sua sinceridade com vc msm me comove Juliana… bom saber que existe gente de verdade…

    Só por isso vc não me estraga nem me polue…

Deixe um comentário