Submarino.com.br
Juliana Dacoregio Rotating Header Image

Posts under ‘pra não passar em branco’

Não use protetor-solar

O mundo não precisa ser sempre igual. Seus dias não precisam passar de repente. Pegue uma fórmula pré-fabricada, testada e aprovada e rasgue-a em mil pedacinhos. Deixe pra qualquer manhã o que não precisa fazer hoje. E guarde um mês inteiro para não cair em tentação, Amém. Sorria ao lembrar que ninguém aqui é permanente. […]

castelo de areia

Eu: princesa. Reconhecida apenas pela rainha boa. Os outros habitantes não reconhecem minha nobreza. Nem tentam tirar-me o trono, pois sou mais inútil e inofensiva para seu mando do reino do que Maria, a Louca. Acontece que meu castelo é de cartas, montado sobre a areia da praia. A fina areia de uma praia com […]

Frases da Libélula

“Há pessoas que são assassinadas quando forçadas a existir.” “Aproximaram-se cada vez mais. Suas personalidades combinavam. Até que um dia ambas assumiram a responsabilidade de ser uma a melhor amiga da outra. Fio tivera outros amigos antes de Zora, pois todo mundo tem amigos. Tinha também uma torradeira; nem todo mundo tem uma torradeira.” “Não […]

Adeus tristeza

Imagem: Malvados

Welcome back Myself

EU NÃO ACREDITO! EU NÃO ACREDITO! EU NÃO ACREDITO! Mas é verdade! O buraco negro já não me envolve mais. Os pensamentos de inutilidade, a auto-destruição sempre à espreita, a exaustão física e mental, a angústia insuportável, a sensação de ter um monstro dentro da barriga… NÃO ESTÃO MAIS AQUI! Acabo de me olhar no […]

Retrospectiva 2012, pero no mucho

Não pretendia de forma alguma fazer uma “retrospectiva 2012″. Se houve algo que este ano que passou me ensinou foi: SEMPRE PODE PIORAR. Mas não digo isso com remorsos de não ter dado mais valor a 2011 ou a qualquer outro ano que passou. Os otimistas dizem que tudo é um aprendizado, que sofremos para […]

Perdida nos próprios bolsos

Tenho bolsos demais Aí procuro muito e (me) perco Aquele isqueiro, o celular, a carteira o cigarro, o juízo, a decência – NÃO. A decência, não. A decência sempre encontro. Mesmo que não me importe em perdê-la.

Finito Particular

foto: @lehaguiaar É mais uma sexta-feira, um feriado, um final de semana; não faz diferença. Não haverá registros de suas mãos – ostentando unhas bem feitas e anéis multifacetados – segurando drinks coloridos, ao lado de outros sedentos por ostentação e desesperados por felicidade. Nem mesmo fotos de uma mesa de plástico, num bar vagabundo […]

Só um adendo

“Não era nada divertido. Só era, quando tinha que ser, pois eu sentia. Não tinha como fingir que eu sentia. Ou sinto, ou não sinto. E quando eu sinto, ai… eu sinto muito, muito. Por isso, me prendo, me calo, me guardo, me censuro! Tudo, para não me arrepender porque senti demais…” “Sabe o que […]

Coisas aleatórias que eu curto

Rasgar papel. Dormir quando sinto sono, não importa o horário. Sair de casa pra uma balada, festa e afins, sem me preocupar com o horário. Mensagens de texto engraçadas. Lençóis de malha. Fronhas de malha. Dormir no meio da cama com dois travesseiros de cada lado, um pra cabeça e outro pra abraçar. Gente que […]